Início > Outros > Minha experiência com o método de estudo Kumon

Minha experiência com o método de estudo Kumon

Em uma rápida busca pelo Google, vi que muitos têm curiosidade em relação ao chamado método japonês de estudo de matemática, que leva o nome de seu criador Toru Kumon. Toru Kumon era um professor de matemática, e, querendo ajudar no desenvolvimento de seu filho criou este método, possibilitando que o menino avançasse em seu próprio ritmo. Para se ter uma ideia, na 6ª série Takeshi Kumon (filho de Toru) já era capaz de resolver problemas de nível universitário (cálculo integral e diferencial).

Antes de continuar gostaria apenas de ressaltar que não estou “puxando saco” do método, nem fazendo propaganda e nem nada do gênero, apenas gostaria de compartilhar minha experiência.

Há alguns meses atrás (precisamente no início de Dezembro do ano passado), fiquei intrigado com uma colega de aula que não errava absolutamente nenhuma questão em matemática. Não tirando o seu mérito, claro, fiquei curioso e descobri que ela já estava terminando o Kumon, no seu quinto ano. Interessado, fui até a unidade do Kumon aqui na minha cidade e me informei sobre o curso. Aì que me veio a surpresa.

Ao perguntar quantas aulas por semana eram realizadas, fui surpreendido com a seguinte resposta:

“Não há aula. Você pega o material e leva pra casa, quando terminar, me traz, eu confiro e lhe mostro onde você errou, assim você pode consertar.”

Putz, eu vim aqui porque pensei que teria aulas, queria aprender coisas novas e preencher as lacunas que ficaram… mas não vou ter nem professor. Que tipo de curso que não tem professor? – Pensei.

“E o curso leva quanto tempo?” – Perguntei à instrutora.

“Depende de quanto material você fizer por dia” – Respondeu-me ela.

Nossa, que bom, obrigado por esclarecer todas minhas dúvidas! Já sei que não tenho professores e não tenho nem ideia de quanto tempo o curso vai levar…

Hoje, apenas três meses depois de iniciar o curso estou aqui, sentindo-me obrigado a dizer para todos que pensam em fazer: Façam sem medo, o preço pode ser meio salgado em alguns lugares, mas vale a pena!

Ainda estou no início do curso, estágio F (onde são vistas frações), mas posso afirmar que já perdi completamente o medo de muitas coisas na matemática, graças ao “pouco” que fiz até aqui. Sem mencionar meu cálculo mental que está cada dia melhor, e, pra ser bem sincero, agora eu posso dizer que realmente sei a tabuada. Ahh, claro, quem não sabe a tabuada? Fácil ficar contando mentalmente ou nos dedos. Estou dizendo que graças ao Kumon “nem penso mais” na hora de fazer calculos de multiplicação, tamanha facilidade.

Para aqueles que quiserem conferir o conteúdo do curso, podem acessar o site do kumon.

Vou encerrando por aqui, se não eu não termino de escrever nunca mais😀

Qualquer dúvida, sintam-se completamente livres para perguntar, que será respondida com prazer.

Agora tenho alguns blocos pra fazer, então, até mais! ;D


  1. Ana
    março 22, 2010 às 16:12

    Há um bom tempo eu fiz algumas aulas de Kumon e serviu bastante pra mim na época. Acabei largando porque não sentia muita vontade de fazer. Estou pensando em voltar novamente.

    • março 22, 2010 às 19:04

      Olá Ana,
      Não posso falar nada sobre português, mas posso garantir que matemática vale a pena, só que é um sofrimento daqueles. Acabei de sair do estágio mais horrível até agora que foi o F, é bem penoso, e pelo início acho que o G não vai ser tão fácil também. Pelo menos agora não tenho mais medo de frações😀

  2. Nayma
    março 30, 2010 às 13:38

    Adorei o seu post sobre o Kumon, assino em baixo !!!! eu também faço o método e hoje eu posso dizer que estou aprendendo matemática de verdade !

  3. Fabiana
    junho 9, 2010 às 07:56

    Olá… a minha experiencia com o kumon iniciou no inicio de janeiro/10, comecei no bloquinho A, correspondente a primeira série do primeiro grau… tamanha era a minha dificuldade em matemática… hj estou no bloquinho F e estou muito feliz com a construção solida do conhecimento que adquiri até o momento… adoro fazer os bloquinhos… odeio repeticoes mas já sei que são necessárias e me ajudam a crescer. obrigada por partilhar a sua experiencia. Ah, um detalhe importante… tenho uma amiga que muito me ajuda.. tanto no desenrolar dos exercicios como em companheirismo ao ir para a unidade! Viva o Sr. Kumon, viva o filho dele! Salve a todos!

  4. agosto 15, 2010 às 18:11

    Muito legal seu depoimento. No meu caso, comecei matriculando minha filha.

    http://kumonedna.blogspot.com/2010/08/preparando-minha-filha-para-o-futuro.html

  5. cadu
    novembro 13, 2010 às 17:11

    Já eu ODEIO o Kumon…

  6. dhay
    março 26, 2011 às 17:30

    Legal esses comentarios,me motivaram na proxima segunda irei procurar uma unidade,pois na realidade mal sei tabuada,este site me incentivou a procurar uma unidade…valeu…

  7. Rita
    junho 3, 2011 às 17:46

    Quanto custa a mensalidade do Kumon aonde vocês fizeram ?

    • Anderson
      setembro 9, 2014 às 04:38

      R$ 190,00

  8. Everton Mario
    fevereiro 26, 2012 às 21:07

    Olá tudo bem?

    Iniciei o curso de engenharia e estou tendo muita dificuldade com a matematica pois nao tive um ensino médio de qualidade. Gostaria de saber se o Kumon pode ajudar-me pois já estou na faculdade e nao gostaria de trancar o curso devido a dificuldade na área de exatas. Será possível conciliar os dois? Apesar de ter várias lacunas na matématica e física estou gostando do curso de engenharia, mas gosto mesmo quando consigo entender as matérias, porque quando ´não entendo fico desanimado e penso em desistir. Por favor me ajude com algum conselho, alguma recomendação sobre qual caminho trilhar para continuar minha graduação com qualidade, a acima de tudo aprendendo as matérias. Quero ser um engenheiro de excelência e sei que o preço a ser pago é muito grande. Já tem muitas pessoas na sala pensando em desistir, e nao quero ser mais um. Muito obrigado pela atenção e aguardo retorno.

    Everton

    • J.
      maio 12, 2012 às 12:03

      E aí Everton, tudo certo?

      Estou cursando engenharia também, minha dificuldade em matemática não é tão grande mas na minha opinião com toda certeza o Kumon vai te ajudar. O único contra do curso é que é meio caro, mas vale sim a pena, sendo que no final do curso ainda tem uns blocos com derivadas e integrais. Sem dúvida, se tu tens como pagar a mensalidade recomedo sim.
      E o caminho da engenharia é longo e árduo mesmo, o preço pago é muito alto. Mas cabeça erguida sempre, pois “o único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário”.

      • Laís
        setembro 12, 2014 às 16:44

        Então… tbm curso engenharia e estou tendo dificuldades com cálculo… pela experiência de vcs… em quanto tempo concluiram o curso?

  9. MARCELA
    março 5, 2012 às 21:25

    Meu filho começou a estudar no Kumon com cinco anos, pois trocava alguns números e pecebia que não havia o interesse pelo aprendizado.
    O método ajudou-o a desenvolver a disciplina, começou a ter hora para o estudo e acredito que ele está mais confiante para aprender o conteúdo do 1 ano.
    Recomendo a todas as pessoas!!!

    • Denise Rezende Pires Sudario
      novembro 4, 2015 às 19:16

      Olá marcela. Me tira uma dúvida , por favor? No ensino para crianças há aula individual tb ou só leva os bloquinho para casa? Seu filho fez matemática e português? Qual o valor da mensalidade? Eu tenho um filho de 6 anos e uma filha de 4 anos e gostaria de matricula-los

  10. JACQUELINE SOUSA
    junho 9, 2012 às 19:15

    Nunca ouvi falar desse método e através de uma amiga e consultas na internet estou tendo noção do que é.
    Quero matricular minha filha de 7 anos (2º ano do ens. fundamental), pois a dificuldade dela em matemática e português é “gritante”.
    Com esse método dá p/ conciliar as duas matérias?
    E alguém tem ideia de valor?
    Obrigada.

    • J.
      junho 10, 2012 às 13:37

      Jaqueline, dá pra conciliar sim. A mensalidade deve estar em torno de uns 120 reais, mais uma taxa de matrícula.
      []`s

    • vanessa
      janeiro 18, 2016 às 13:19

      Jacque, certifique-se que sua filha não tem dislexia, discalculia ou TDA, TDAH

  11. Rosane de O D barbosa
    julho 9, 2012 às 21:08

    Fui hoje com meu filho fazer a entrevista no Kumon de Bangu, já tinha ouvido falar mas não conhecia o método e hoje quando ele chegou com a segunda nota de português baixa, resolvi ajudá-lo dessa maneira. Aqui a taxa de matrícula é de R$ 80,00 e a mensalidade de R$ 140,00. Ele fez um teste e viram o nível que ele começará. Achei interessante pois ele deverá ficar mais disciplinado e terá tarefa para fazer todos os dias, inclusive agora nas férias de julho. Não sei se vai adiantar, mas foi a maneira que achei melhor para ajudá-lo.

    • JACQUELINE SOUSA
      julho 11, 2012 às 22:07

      Eu liguei para as filiais da Ilha do Governador e de Duque de Caxias e fui aconselhada a iniciar com minha filha em agosto, pois eles entram de férias e ñ teria o suporte em aula para o apoio.
      Percebi tb que os valores são diferentes.
      Espero q a ajude bastante.

      • Rosane de O D barbosa
        julho 13, 2012 às 08:15

        Até pensei em deixar passar as férias, mas ele trará atividades para as férias também; aí achei interessante. Ele já foi a primeira aula e gostou, espere que não desanime, pois começou bem lá de baixo.

  12. ana
    setembro 20, 2012 às 16:52

    Pessoal , sera que so tem adolescentes e criancas fazendo o kumon??
    Estou na faculdade , tenho dificuldade em mat. e qria saber se isso me ajudaria a desenvolver um raciocinio mais rapido?

    • RoSANE
      setembro 23, 2012 às 18:50

      Com certeza lhe4 ajudaria sim. Meu filho estuda em Bangu e já vi adultos por lá.

  13. Camila
    setembro 25, 2012 às 04:35

    Ana, faço engenharia, peguei dp em cálculo diferencial e integral 3x, pra vc ter noção.. No começo desse ano, resolvi entrar no kumon. Na minha turma, tem até um engenheiro formado que já trabalha na área faz tempo, e que pasmem, tem a mesma dificuldade que eu tenho. Tá certo que é um senhor investimento, mas com tempo e dedicação, vc nota os resultados!

  14. Flávio
    setembro 25, 2012 às 15:36

    Boa tarde, meu filho tem muitas dificuldades em matemática e hoje ficamos sabendo que novamente não alcançou a média no trimestre e só falta mais um trimestre para acabar o ano, ele se esforça, estuda e chega na prova bloqueia e tira notas terríveis, então resolvi procurar o método Kumon na cidade, só não sei se já não é tarde demais para tentar salvar o ano dele, pois ele também tem dificuldades em outras matérias, mas estou pensando que talvez possa ajudar também no raciocinio das outras matérias. Alguem tem uma experiência parecida para relatar?

    • Ana
      setembro 26, 2012 às 10:03

      Flávio, o Kumon é um método a longo prazo. Eu não sei em que série ele está, e dependendo do conhecimento dele, ele pode iniciar da matemática elementar, ou seja, soma, subtração, multiplicação e divisão! Eu acho que sim, ele deve iniciar o método, porque ele vai melgorar muito, mas ele não vai aprender a matemática nesse trimestre, às pressas.

  15. RoSANE
    setembro 26, 2012 às 13:01

    Flavio, boa tarde.
    Estou com um problema parecido com o do seu filho aqui em casa; meu filho. Nas férias do meio do ano coloquei também no Kumon só que em português, mas não adianta muito para curto prazo, como disse a Ana é um método para longo prazo. Mas com certeza mais tarde vai valer a pena.

  16. Anomino
    dezembro 11, 2012 às 17:09

    estou fazendo o meu agr msm lol

  17. Tatiane
    janeiro 10, 2013 às 15:36

    Meu filho tem 5 anos e desde dos 4 faz Kumon, hj ele ja senta sozinho depois do almoço e faz as tarefinhas, viajamos para todos os lugares e ele sempre leva o seu material e faz sozinho, seja dentro do avião, aeroporto. Acho que qnd começa cedo fica mais fácil criar o hábito de estudo.Fica a dica
    OBS> Confesso que nas férias tem dias que ele tenta enrolar, mas mesmo assim ,ele senta e faz rs!

  18. janeiro 14, 2013 às 14:05

    Por curiosidade, qual a sua idade? é que eu sempre tive a impressão de que era bom só para crianças

    • J.
      janeiro 14, 2013 às 19:00

      Eu quando fiz kumon já tinha terminado o ensino médio, tinha 17 anos. Infelizmente o ensino de matemática em nosso país não é nada satisfatório, e não temos o hábito de estudar. Assim, o Kumon ajuda a preencher muitas das lacunas de aprendizagem além de criar o hábito do estudo.

  19. Rafael Bombein
    abril 14, 2013 às 20:40

    Olá, pessoal.
    Muitas pessoas acreditam, como eu quando comecei que o método Kumon é só para crianças; Isso não é verdade! Eu fiz kumon por dois anos comecei no estágio 2A de matemática e parei no estágio K, nesse período ainda conclui o curso de Português em pouco mais de seis meses e hoje depois de três meses parado por motivos pessoais estou voltando para concluir o curso de matemática. O kumon além de ter me dado segurança nos estudos, me fez desenvolver o autodidatismo, e um raciocínio lógico mais apurado. Para aqueles que estão com dúvida em relação ao método, não tenha ele funciona mesmo, mas requer muita dedicação e disciplina; Para aqueles que como eu estão em estágios mais avançados não desistam, pois a glória esta muito próxima, e cada um sabe oque teve que enfrentar para chegar até aqui. Estava me esquecendo de quando comecei no Kumon tinha 36anos, com nível superior, e um trauma de matemática que achei que levaria para o resto de minha vida, (Não sabia nem mesmo tabuada); Hoje sou confiante em relação à matemática e devo isso ao método kumon.

  20. João Laube de Oliveira
    abril 16, 2013 às 19:59

    Aqui na minha cidade a mensalidade custa $160,00 e acho que só faltava as opiniões de vcs para eu me decidir, já sou tecnólogo mas cheguei ao final do curso capengando em cálculos e agora acho chato ter que voltar a multiplicação divisão e frações mas não estou vendo outra saída além do que tenho tempo de sobra, vamos nessa pessoal, vou lá amanhã.

  21. Taaaaaaaaaaaah!!!
    maio 24, 2013 às 11:43

    Bom dia…Sempre achei que eu era boa em matemática, até começar Engenharia…Comecei a trabalhar ao mesmo tempo, e com isso fique muito sobrecarregada, sem tempo para estudar…As matérias se acumularam…e eu fiquei totalmente perdida, comecei a fazer aula com uma professora particular, acredito que não esta sendo de grande valia, pois neste caso seria bom apenas para consulta e dúvidas e não para o “B.A.BÁ”… Vou começar a fazer Kumon, e acredito que irá me ajudar bastante, pois muitas coisas que eu vi no ensino fundamental e médio eu lembro mais…

  22. Bianca
    junho 1, 2013 às 18:04

    Boa noite!

    Gostei deste relato. É de “brilhar os olhos”. rs
    Mas gostaria de saber se você também tem informações sobre o curso de inglês. Por exemplo:
    “É o mesmo processo de aprendizado? A gente estuda por conta própria?”
    “A mensalidade, quanto é? E qual forma de pagamento?”
    Desculpe-me se estas perguntas te aborrecerem.

    – Boa sorte com teus estudos!🙂

    • J.
      junho 3, 2013 às 14:39

      Olá Bianca. Infelizmente não sei como funcionam os módulos de inglês e português. Pelo que ouvi falar há um tempo atrás, entretanto, o módulo de português é muito bom e o de inglês não possui conversação, limitando-se ao aprendizado gramatical.

      []’s

      • janeiro 30, 2015 às 22:59

        Boa noite! o módulo de inglês tbm possui conversação.

  23. cromagnon
    julho 2, 2013 às 20:27

    Nossa muito interessante! Também sou da legião dos “analfabetos matemáticos”, com 23 anos não sei nem fazer divisão direito!

    Me diz uma coisa, você estudava/praticava kumon quantas horas por dia? Ao passar os níveis o tempo investido nos bloquinhos também aumenta?

    Tenho em torno de umas 3 horas diárias pra encarar o tal kumon, dá pra chegar no nível L em até 2 anos? (levando em consideração que eu comece no 2A)

    Um grande abraço e obrigado!

    • J.
      julho 4, 2013 às 17:49

      E aí, Cromagnon.

      Eu praticava em torno de 2 horas diárias, as vezes até mais (sem falhar sábado, domingo, feriado, etc). Isso porque eu gostava muito.
      Dá pra chegar no L em muito menos tempo, com certeza! Tudo depende da tua motivação e de quanto tu farás por dia.
      E sim, o tempo para fazer os bloquinhos aumenta junto com a dificuldade deles e do nível em que tu estás.

      Com empenho dá pra completar o curso em 2 anos😀

      • Jeniffer
        maio 17, 2014 às 12:31

        Você entrou no kumon com qual idade?

      • J.
        maio 17, 2014 às 17:55

        Jeniffer, entrei com 17 anos.

      • Jeniffer
        maio 18, 2014 às 00:30

        que legal, será que pode me adicionar no face? gostaria de trocar experiências com você, afinal não é todo dia que encontramos alguém que faça kumon

  24. Damaniel
    julho 3, 2013 às 20:02

    Olá! Minha filha tem 8 anos e tá com dificuldade em Matemática! Vale a pena eu colocá-la msm ela tendo dificuldade no colégio?

    • J.
      julho 4, 2013 às 17:54

      Damaniel, se sua filha se comprometer a fazer os bloquinhos e aproveitar o curso (digo, caso ela não tenha “má vontade”) vale muito a pena sim, recomendo. Conheço gente que melhorou muito em matemática mesmo fazendo o curso contra a vontade (obrigados pelos pais).

  25. elaine patricia c rodrigues
    setembro 1, 2013 às 12:28

    bom dia adorei seu depoimento,entao minha duvida meu caçula tem 9 anos estudava numa exelente escola n meu bairro mas n estava acompanhando a turma tem dirritimia muita dificuldade e n se concentrava o neuro olhou a prova e falou o ele precisa de kumon mas n podia pagar as duas coisas entao tirei da escola maravilhosa onde pagava caro coloquei em uma mais barato mas me culpo muito ele começou no kumon mas me pergunto se fiz a coisa certa obg aguardo sua resposta

  26. Livia Karine
    novembro 13, 2013 às 01:31

    Amei o seu blog. Concordo com tudo que disse, sou Aluna Kumon – RJ. Hoje, não tenho dificuldades na operações básicas. Também recomendo o curso para aqueles que têm “medo de matemática”.

  27. gilberto bezerra
    janeiro 14, 2014 às 07:17

    Meu nome é Gilberto, tenho um filho de 15 anos que estva na 8º série e ia tudo bem na Escola Particular só notas boas 08,09, e alguns 10, quando pedí para resolver uma divisão co duas casas decimais, para minha surpresa demorou bastante e errou, quando perguntei como eram as provas, ah papai o professor dá 15 questões um dia antes e no dia da prova seleciona 10 iguais, pus no Kumon matemática e portugês e esse ano inglês, hojé já faz calculos de cabeça sem precisar de calculadora e compreende com mais raciocinio tanto matemática como portugês, e agora no inglês, está em escola Publica o dinheiro economizado pago o Kumon.

    • Ana
      janeiro 27, 2016 às 08:02

      Poderia falar o nome dessa bela escola particular…

  28. Ludmilla
    janeiro 20, 2014 às 10:06

    Eu sou mãe do Rafael, de 4 anos e 8 meses. Está na adição do Kumon. Ele foi ‘Pequeno Notável’, estava indo muito bem,mas agora é tenso lá em casa para que ele faça o bloquinho. Ele diz que odeia. É um aluno muito motivado, interessado, aplicado e elogiado na escola e tinha me pedido pra entrar no Kumon, pois adora matemática.
    O problema é que se nega a fazer e estou pensando em parar de pressioná-lo, por cautela, acreditando que pode causar um dano maior. Pode ser que haja a falta de ‘desafio’ também, já notei.

    Não é melhor dar um tempo ou pedir para um teste em um bloquinho mais avançado?

  29. Renata
    janeiro 24, 2014 às 03:48

    Bom, tenho 26 anos e sou formada em logistica, não sei matematica. Me matriculei hoje no Kumon e esses comentarios me deixaram motivada, estou anciosa para começar. Confesso que qdo fiz o teste na escola me senti constrangida por ver que não sei a tabuada, mas pelo jeito eu não sou a unica com esse problema. Mas o fato é que não há vergonha em assumir suas dificuldades. Vergonha é cotinuar com elas. Espero tirar muito proveito dessas aulas.Tenho interesse em prestar um bom concurso publico, por isso vou me preparar bem, mesmo sabendo que o metodo é pra longo prazo. Boa sorte pra quem esta disposto a encarar esse desafio!

  30. ezequiel
    fevereiro 18, 2014 às 14:18

    Tenho 30 anos, terminei o Kumon português. Ele é forte na interpretação de texto. No começo e no meio dá umas dicas na gramática também. Aprende fazendo e aprende na correção também! As X vc ñ tem muito apoio com os monitores mas eh só tocar, etc. Mete cara e bons estudos!!

    • Ana
      janeiro 27, 2016 às 08:04

      Quanto tempo você levou para terminar o curso de português?

  31. Ramos
    março 23, 2014 às 15:00

    Gostaria de saber sua opinião sobre o estudo da matemática e português no kumon para quem tem objetivo de estudar para concursos.

  32. Limkary
    março 30, 2014 às 17:37

    Me formei em uma profissão que não gosto, sempre fui apaixonada por finanças, mas as dificuldades com números me anularam de tentar… Hoje aos 28 anos sei que errei de não ter tentado e aos poucos com dificuldade estou estudando! Depois de ler todos esses comentários… vou me matricular com certeza!

  33. rosi
    maio 22, 2014 às 12:18

    Deixo aqui meu depoimento, tenho um filho que estudo em um colégio muito bom e estava com muitas dificuldades em Português, foi ai que procurei o Kumon e já está a 3 meses e com resultados surpreendentes até mesmo que já matriculei a minha filha para não perder tempo estamos muito satisfeitos….vale à pena.

  34. ana clara silva de oliveira
    junho 9, 2014 às 10:32

    Faço kumon a 3 anos, ele tem me ajudado muito na escola.estou no estagio e, tambem ultrapassei á minha seríe escolar, no kumon sou aluna adiantada.

  35. claudia
    junho 10, 2014 às 13:40

    ola, eu faço Kumon de inglês a mais de 1 ano, eu gosto apesar de a conversação ser pouca o método é praticamente o mesmo, tenho aprendido bastante porem não me dedico como deveria por conta de trabalho e faculdade.
    Faço engenharia e odiava matematica, quando decidi fazer engenharia entrei no kumon de matematica o que me ajudou bastante.

  36. claudia
    setembro 21, 2014 às 20:32

    Boa Noite, tenho muita dificuldade na matemática, preciso estudar pois quero fazer um concurso (academia da policia militar do barro branco). Jã fiz um cursinho preparatório, mas não me ajudou muito. Gostaria de saber se é possível ter um raciocínio em 6/8 meses? Vale a pena tentar o Kumon? Obrigada

    • Gisel
      dezembro 22, 2014 às 06:58

      Cursinho é para quem já sabe e está revisando. Kumon é para aprender, mesmo! A duração depende de você, literalmente. Dependendo de onde você começar dá para terminar até antes, e se mantiver uma frequência constante melhor ainda. Recomendo que faça um mês, aposto que não irá se arrepender.

    • Ana
      janeiro 27, 2016 às 08:09

      Se você tem bastante dificuldade possivelmente começará do início, e demora bastante para concluir. Quando eu fiz, comecei do início mesmo (adição) e desisti antes de chegar na multiplicação. É muito demorado, pois há um limite de bloquinhos a fazer por semana. É muito chato, você tem que ter a consciência que vai demorar, senão acaba desistindo.

  37. conceição ramada
    outubro 9, 2014 às 17:07

    não sei mais nada de matemática, será que seria capaz de aprender mesmo com os meus 43 anos/

    • Gisel
      dezembro 22, 2014 às 06:55

      Não tem idade para aprender, se tiver força de vontade conseguirá! Faço kumon e recomendo.

    • Rosângela
      dezembro 26, 2014 às 00:40

      Bom dia. Eu moro em São Paulo, zona sul e em agosto me cobraram R$450,00 a mensalidade. Achei extremamente caro. Até uns 250,00 é razoável, mas 450,00 é um roubo. Já fiz quando eu era pequena e achei muito bom.hoje, com 39 anos, confesso que estou achando muito mercenários os representantes. Eu fui do primeiro ano que o método aceitou não descendentes de japonês no curso. Agora confesso que buscarei outros valores. Se não achar nada até ubs 280,00 não colocarei. Infelizmente acho que não vale tudo isso.

  38. Giovana Cristina
    fevereiro 2, 2015 às 16:50

    Olá. Eu tenho 13 anos, mas já tem um bom tempo que faço Kumon. Eu já concluí o Português e estou terminando o estágio L de
    Matemática. Pra chegar aonde estou, tive que ter muita paciência e persistência, pois às vezes é um pouco cansativo, principalmente quando estamos bem adiantados em relação à nossa série escolar, pois se torna mais difícil. No entanto, apesar disso, posso dizer que todo o esforço valeu a pena, pois devo boa parte do meu desempenho na escola ao método Kumon. O Kumon me ajudou a passar no Colégio Militar e me ajuda a tirar notas altas, inclusive em outras matérias além de português e matemática, pois sabendo interpretar e tendo um bom raciocínio, podemos entender bem qualquer conteúdo. Enfim, recomendo o método a todos, só que lembrando que é necessário força de vontade e dedicação, assim como tudo na vida. E espero que o Kumon continue me ajudando, a passar em uma boa faculdade, ter uma boa profissão, um bom lugar pra trabalhar… Um ótimo futuro!

    • Ana
      janeiro 27, 2016 às 08:11

      Você é muito nova! Gostaria de saber quanto tempo você levou para concluir o curso de português. Tenho um bebê de 1 ano e estou pensando em iniciar a alfabetização dele no Kumon.

  39. Andressa
    março 20, 2015 às 21:41

    Tenho muita dificuldade em geometria e matemática muita coisa passou despercebido sem eu saber,estou fazendo cursinho pré vestibular,e vejo que muita matéria do fundamental II faz falta?Voce acha que o curso seria um auxiliar para mim?Na verdade preciso mais de geometria.Muito obrigada *-*

  40. André
    março 25, 2015 às 00:41

    Olha eu já fui ver o curso vi que era bom e não fiz, consegui bolsa 100% em eng. civil e me lasquei; perdi a bolsa, reprovei nas coisas mais simples é algo estranho e passava em cálculo diferencial algumas vezes. Enfim gostei mesmo do post estava procurando algo pra me motivar e vou correr atrás quero fazer português e inglês também.

  41. André
    março 25, 2015 às 00:42

    Tenho mais uma dúvida; o curso não pode ser usado como créditos em um curso superior depois?

  42. Bru
    maio 4, 2015 às 13:23

    Estou tendo muita dificuldade para aprender Geometria Analítica, Matrizes e Determinantes. É possível fazer Kumon limitando-se apenas nessas áreas da matemática? Já estou na faculdade e não quero pegar DP.

    • Ana
      janeiro 27, 2016 às 08:14

      Não. Você faz um teste para ver em que nível está. Dependendo da velocidade em que faz contas você começa do início (adição). Foi o que aconteceu comigo. Demorava para somar mentalmente e ainda contava nos dedos. Não deu outra, eles me colocaram no nível 1 para parar de contar nos dedos! rs E realmente parei, mais de 20 anos depois de ter parado ainda sei de cor as continhas de adição e subtração. Mas não aguentei a demora para aprender o que queria e desisti do curso.

  43. Stephanie Owens
    junho 5, 2015 às 15:52

    Gostaria de saber se o kumon pode ser o suficiente embora que tenha outras materias para vestibulares , mas matemática do kumon(só tem algebra) pode efeitos nos vestibulares? Sei que tem geometria e outras coisas que caem, mas acho q o cursinho nao esta dando para mim, quero trabalhar mais o raciocínio logico.

  44. junho 16, 2015 às 16:55

    Olá, faço kumon há 1 mês e já desenvolvi bastante, apesar de estar nos primeiros níveis, fiz soma, subtração e agora estou na taboada. Tenho 23 anos, agora posso dizer que domino isto, porque a maioria sabe mas tem que pensar muito, hoje já faço automático. eu estava com dúvidas em relação ao kumon porque quero concurso público, mas vi que não é só a matemática que desenvolve, mas o raciocínio lógico como um todo e a concentração, o que acaba por ajudar nas outras disciplinas. Vale a pena, a mensalidade não é cara e você pode avançar com seus próprio desempenho – isso é ótimo! Mas tem que ter determinação, é tipo academia: tem dia que você vai e quer fazer tudo, já tem outros que você vai por obrigação e talz mas no final o resultado vale muito a pena!

  45. Lola
    julho 5, 2015 às 22:39

    Gostaria de saber se o inglês no kumom é bom, se vc aprende o inglês fluentemente?

  46. mikeguedes
    setembro 3, 2015 às 00:41

    Faço Kumon, estou no estágio I (“i”).

    Pra quem não sabe sobre a quantidade de níveis, aí vai: O curso é dividido em estágios que vão da letra A até a letra O; Portanto 15 estágios ao todo (existem estágios anteriores ao “A” direcionados para criancinhas nos quais são utilizados métodos de pintura, delineamento de números, soma com desenhos de animais ou objetos, com o objetivo mesmo de ser uma introdução a idéia de Número, etc).

    Para se ter uma idéia bem geral, bem geral mesmo, dos assuntos compreendidos entre o estágio inicial “A” e o final “O”, no estágio A se estuda adição 1+1 = 2, e no estágio O se estuda Cálculo II.

    Eu recomendo Kumon pra todos que querem aprender matemática independenete da idade. Sou da área da Ciëncia Política, mas sempre quis ter uma base forte na matemática e sem sobra de dúvida estou construindo essa base no Kumon.

    É preciso ter uma disciplina de Samurai. Pra mim a boa notícia é que o método instiga a capacidade de foco que todos nós temos de uma forma ou de outra.

    Tem pessoas que talvez não gostem do método kumon e eu respeito isso. O que posso dizer é que pra mim tem funcionado muito bem. Tem funcionado melhor do que eu esperava. Rumo ao estágio O!!

  47. Denis Augusto
    dezembro 14, 2015 às 10:27

    Obrigado pelo testemunho. Mas será que eles não “simplificam” o aprendizado, tornando uma coisa meio “mecânica”? Ou é matemática pura mesmo?

    • Ana
      janeiro 27, 2016 às 08:18

      É mecânico sim. Você repete as mesmas contas 500x para entrar na cabeça. Eu não sei como é a matemática mais avançada, Se existe algo que te mostre a essência da matemática ou se fica só na repetição até o fim. Isso teria que ser visto para quem já está nos estágios finais. Mas no início é decoreba pura.

  48. DIRLENE
    janeiro 20, 2016 às 16:57

    Olá… faço inglês no Kumon a 2 anos… já estou no estágio M, faltam o N e o O para finalizar o curso. Detalhe que eu começei do 4A e a partir do G (que eu fiz 2 vezes) vc começa a fazer os blocos de exercícios 2 vezes, ou seja no estágio G eu fiz 400 exercícios. É pauleira… mais hj já pego um texto grande e leio sem precisar do dicionário. Para complementar, estou fazendo conversação através de sites gratuitos, treinando o ouvido… mais ao terminar o kumon, pretendo pegar apenas aulas de conversação pq a gramática e meu entendimento dos tempos verbais já está mto boa. vale a pena!

    • Ana
      janeiro 27, 2016 às 08:19

      Você não faz conversação no Kumon?

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: